/** PIXELS **/ /** PIXELS **/


7 DICAS PARA OBTER SUCESSO EM CONCURSOS DE ARQUITETURA
A participação em concursos de arquitetura é um desafio importante na carreira profissional de arquitetos. Selecionamos algumas dicas que podem ajudá-lo a conquistar o sucesso.

Quando falamos sobre concursos de ideias para arquitetura no Brasil, em primeiro lugar, é preciso destacar a escassez desse tipo de exercício. Nosso país ainda é bastante restrito quanto ao número de competições que são abertas tanto a profissionais quanto a estudantes.

Também é essencial falar que há diversas vantagens na participação e que elas vão muito além do prêmio. Ao participar de concursos de arquitetura, estudantes ou profissionais tem a chance de colocar ideias no papel, além de terem seus trabalhos notados, discutidos e até criticados por um público bastante amplo.

No entanto, para ser bem sucedido em uma competição de nível nacional ou até internacional, é necessário compreender que tudo vai além da dedicação. Reunimos abaixo, portanto, algumas dicas bastante primordiais a quem deseja participar e buscar o sucesso em concursos de arquitetura.

foto

1 – Determine seu objetivo

Por que estou participando? Onde quero chegar com isso? As competições de arquitetura podem consumir tempo e energia, e a maioria delas exige que você pague uma taxa de inscrição. Por isso, faça sempre estas perguntas antes de aceitar o desafio.

Há muitas coisas que os participantes de concursos de arquitetura podem extrair além do prêmio: construir um portfólio profissional ou acadêmico rico, aprimorar o pensamento e a habilidade em projetos, fugir do padrão que se vê em sala de aula ou nos escritórios, etc. A lista é gigantesca, com inúmeras vantagens.

Embora nada disso impeça que você mire no topo e a vencer a competição, os concursos em geral, não são testes padronizados. Há uma boa chance de você vencer ou não e não há certo ou errado quanto a isso. Em outras palavras, participar de concursos de arquitetura não deve ser apenas uma questão de ganhar, mas sim um modo seguro de expressar suas ideias e criatividade. E você pode fazer isso, com menos responsabilidades e riscos do que projetar para o mundo real. Por sinal, é uma ótima oportunidade de você colocar na prancha todo seu potencial criativo! E sem medo de constrangimentos.

Participar de concursos deve ser uma experiência gratificante e agradável. Lembre-se, este é o seu próprio trabalho, é você quem toma as decisões. Devido a isso, não existe aquela pressão profissional para atender a um cliente ou a pressão por notas da faculdade na hora de projetar. Portanto, não perca tempo pensando o que os jurados ou o público irão dizer: dê o seu melhor, sem pensar tanto no resultado.

2 – Escolha o concurso ideal para você

Escolha o concurso de arquitetura que seja mais interessante e combine com você da melhor maneira possível. É preciso haver uma identificação com o tema proposto. A partir daí, pensar estratégias sobre como projetar aquilo que foi pedido dentro do limite de tempo.

Além disso, há dois tipos de concursos:

- concursos de ideias: são aqueles que os projetos não tem previsão ou nem serão executados na prática. É ideal para estudantes ou jovens arquitetos pois pode explorar todo o potencial criativo, sem muitas amarras;

- concursos públicos ou reais: são os concursos de prefeituras, órgãos governamentais ou até empresas, com a finalidade maior de projetar algo que será executado na prática. Em geral, são competições voltadas a arquitetos com longa experiência, tanto profissional quanto na participação em concursos. Neste caso, os participantes precisam atender a critérios bem mais rígidos e a ideia precisa ser amarrada com a prática.

3 – Leia com atenção o edital e demais informações oficiais

A última coisa que deve acontecer em sua participação no concurso são erros ocasionados por maus entendidos ou a não compreensão do edital. Quanto melhor você entender o que estão pedindo, compreender a proposta e os requisitos, maiores são as chances de sucesso em um concurso de arquitetura.

Se os organizadores já realizaram outros concursos no passado, tente conferir o trabalho de alguns vencedores. Outro detalhe importante é que muitos organizadores abrem canais para esclarecimentos, que vão além do edital, como FAQ, vídeos, matérias, etc. Por isso, é importante ficar sempre atento.

4 – Atente-se aos prazos e datas

De primordial importância estar por dentro das datas. Concursos, em geral, possuem datas bem definidas tanto de inscrição quanto ao pagamento de eventuais taxas e envio da proposta.

Por isso, de nada adianta tanto esforço se ao final se esquecer da data limite de envio, por exemplo.

5 – Preocupação com a apresentação é essencial

Uma boa apresentação de sua proposta faz muita diferença em momentos de avaliação. É pela apresentação que o participante terá a possibilidade de transmitir, o máximo possível aos jurados, tudo aquilo que foi pensado, pesquisado e os critérios utilizados para chegar até ao trabalho final.

Por isso, certifique-se de que a prancha tenha uma ótima apresentação – inclusive clareza nos textos e sem erros gramaticais ou de ortografia – para que ela possa deixar uma excelente primeira impressão aos jurados.

Uma dica é antes mesmo de projetar, tente formular em sua cabeça como gostaria que sua prancha fosse. Se possível, faça esboços de layouts ou configure um arquivo de página em branco. Deixe reservado os espaços para imagens e textos e preencha as lacunas depois.

6 – Peça opinião a amigos e professores

De forma geral, aquilo que estamos projetando sempre é mais claro para nós do que parece aos outros. Por isso, é de suma importância pedir opiniões. Se estudante, tente conversar com algum professor – informe estar projetando a um concurso, explique o tema e os objetivos e demonstre seu trabalho.

Mas também é sempre válida a opinião de amigos e colegas de sala. Afinal, pessoas possuem visões diferentes sobre uma mesma circunstância e podem ajudá-lo em algum ponto que, de repente, você não tenha observado da melhor forma.

7 – Utilize para sua autopromoção

Arquitetos estudam anos para dedicar horas aperfeiçoando trabalhos, inclusive os detalhes. No entanto, muitas vezes não dão a devida atenção em promover suas próprias carreiras.

Isso pode acontecer de diversos modos como escrevendo para blogs, sites ou revistas especializadas ou construir seu próprio site, um belo portfólio online, enfim, buscando meios de exibição. No mundo contemporâneo do trabalho, tudo vai muito além de simplesmente realizar trabalhos em silêncio, é preciso promovê-los e a internet é a melhor das ferramentas.

Sobretudo em início de carreira, é difícil estabelecer o nome no mercado, por isso os concursos entram como uma boa opção. Ao realizar um projeto para competições você poderá inseri-los no portfólio ou site profissional. E caso vença ou fique em posições confortáveis, poderá amplificar de modo expressivo seu trabalho, pois a maioria dos concursos tem ampla divulgação. Tenha certeza que isso, ajudará a abrir muitas portas e facilitar em muito o caminho ao sucesso na carreira.

Esperamos que essas dicas sejam válidas e que você possa bem aproveitá-las em suas participações em concursos de arquitetura.

foto

foto